Patrulha da Natureza - Unindo filhos de funcionários para recolher lixo das calçadas do bairro São José após brincadeiras

A Tabone realiza suas atividades em atendimento à legislação ambiental pertinente e às exigências de suas Licenças de Operação (FEPAM – Fundação Estadual de Proteção Ambiental). A empresa também porta o Certificado de Regularidade junto ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

RESÍDUOS SÓLIDOS Através do PGRS (Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos), é feito o descarte correto de materiais, minimizando o desperdício conforme princípios dos 3Rs (REDUZIR, REUTILIZAR E RECICLAR). Esta postura traz um conjunto de atitudes relacionadas aos hábitos de consumo que ajudam a poupar os recursos naturais, além de promover a geração de trabalho e renda. Os 3Rs também são objetivos da Política Nacional de Resíduos Sólidos instituída pela Lei no 12.305 de 02 de agosto de 2010.
Conheça o gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos acessando www.ambe.com.br
NOTAS IMPORTANTES A coleta seletiva de resíduos na Tabone está associada à busca da melhor forma de reutilização, reciclagem e/ou destinação final, com o objetivo de eliminar passivos e maiores impactos ao meio ambiente;

A empresa prioriza a destinação ecologicamente mais adequada para resíduos Classe I;

O co-processamento é uma destinação final que usa a tecnologia de destruição térmica de resíduos em fornos de cimento. A técnica envolve o aproveitamento do resíduo como fonte energética e como matéria-prima, com operações regulamentadas e monitoradas constantemente pelos órgãos ambientais competentes.
ATIVIDADES CONSTANTES Reciclagem interna de solvente contaminado; Reciclagem interna de resíduos de materiais plásticos; Redução do consumo de energia através de sensores de presença nos banheiros da fábrica; Filtragem e reuso de água utilizada em processo de lavagem de gancheiras; Envio de efluentes industriais gerados no processo produtivo para empresa licenciada para o tratamento e descarte; Seleção de fornecedores em busca da prática de responsabilidade compartilhada e Logística Reversa; Investimento em tecnologias que trazem maior controle e minimização dos impactos decorrentes da atividade; Aplicação de treinamentos frequentes para funcionários em busca de segurança no trabalho e consciência ambiental.